Confira como fazer pastel frito com crocância e sabor perfeitos!

4 minutos para ler

O pastel é uma iguaria muito apreciada pelos brasileiros, seja em casa, restaurantes, bares ou mesmo na feira de domingo. Aliás, não é difícil aprender como fazer pastel frito: é preciso, apenas, ter cuidados simples com a escolha certa dos ingredientes e a forma correta de preparação.

No entanto, para que a massa fique leve e crocante, é necessário seguir algumas dicas que deixarão a receita equilibrada e saborosa. Nesse sentido, além de prezar pela qualidade da massa, é importante também se preocupar em oferecer uma variedade de recheios que atendam aos mais variados paladares.

Ficou interessada e quer aprender a fazer pastéis deliciosos? Então, continue a leitura!

Comece escolhendo bons ingredientes

A base da massa de pastel é uma boa farinha de trigo. Se não for feita uma boa escolha nesse passo, certamente o produto não será um pastel crocante e sequinho. Quanto mais fina a farinha melhor será o resultado, pois é essa característica que influencia na homogeneidade e elasticidade da massa.

Em comparação com outras receitas, a massa de pastel até que possui um preparo simples, com poucos ingredientes. Desse modo, não dá para substituir um ou outro, já que todos os ingredientes são fundamentais, como é o caso da cachaça. Sim, a textura crocante da massa também se dá pela influência desse destilado. Para completar a receita, não se esqueça de adicionar também água, sal e um pouco de óleo.

Assim, são apenas 5 ingredientes que compõem essa massa deliciosa. O resto fica por conta das combinações de recheios e, nessa parte, vale a pena usar a criatividade para criar receitas personalizadas. Não esqueça também de equilibrar a quantidade de recheio, que não pode ser pouco, mas também não pode ter exageros.

Deixe a massa no ponto certo

Um segredo que poucas pessoas sabem é que sovar bem a massa é fundamental para que ela fique totalmente lisa. Nessa etapa não se pode ter preguiça: é preciso amassar muito bem para que ela fique elástica e você consiga abri-la na espessura adequada. Depois que a massa passar por esse processo, será preciso esticá-la.

Uma máquina de abrir massa otimiza o processo para quem está aprendendo como fazer pastel frito. Contudo, para quem não conta com esse utensílio, um rolo manual também vai servir. O ideal também é que se estique a massa e coloque o recheio somente alguns minutos antes da fritura. Quando isso não for necessário, cubra bem os pastéis com plástico filme.

Tenha atenção com o óleo de fritura

O último passo é a fritura, que também é um momento muito importante para o pastel e merece atenção total! Esse tipo de fritura é de imersão, ou seja: o alimento que será frito precisa estar totalmente coberto pelo óleo durante o processo. A temperatura da gordura também é outro detalhe importante, sendo ideal que esteja a 180º C.

Além da temperatura, a qualidade do óleo também é importante — e ele precisa estar limpo. Então, antes de reaproveitar a gordura, certifique-se de que ela ainda esteja boa para a função.

Como você pôde perceber, fazer pastel frito é bastante simples. Seguindo os passos acima, seu negócio será incrementado com uma opção bastante popular, potencializando ainda mais as vendas. E para deixar os clientes ainda mais satisfeitos, sirva sempre pastéis frescos, procurando fritá-los de acordo com os pedidos!

Gostou de todas essas dicas sobre como fazer pastel frito? Aproveite para ler também o post que já fizemos sobre 10 sabores de recheios para pastéis!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-